Love me tender

O peso do meu ambiente anda solto. Algumas pessoas mudaram de lugar. Dormem em lugares diferentes e nem reclamam. Até podem estar gostando se duvidar, pois a viagem deve ser grande.
Antigamente, achava que tinha certeza sobre as coisas, que o que se havia visto ou ouvido era o que valia e o que dizia o que iria continuar. Hoje, a desconstrução faz parte de alguma coisa, ajuda a melhorar e a vir de uma forma mais profunda, a sensação do amar.
Nada é tudo para sempre e nem o sempre permanecerá intacto. Apenas um universo a ser desvendado porquem virá aparecer nele ou desaparecer no meio e nisso a gente se pergunta o porque disso tudo sendo que nada nem ninguém obterá respostas. A resposta já está dentro da própria pergunta.
Naquele momento que me choquei, foi choque porque pareceu um loop. Bad loop. Não dessa vez!
Difícil é ter que confiar em que nunca se confiou, em desarmar-se de todas os pesos e tornar-se tola. Ninguém consegue entender.


Love me tender,
Love me true,
All my dreams fulfilled.
For my darlin' i love you,
And i always will.



Minha cabeça tá sentindo falta de ser acolhida pelo teu colo.




1 comentários:

Joana disse...

"Hay que endurecer pero sin perder la ternura jamás!"
;***

Postar um comentário

Habla!