Good Morning.

Acordei cedo como o de costume e desejei que meus pés parassem. Que ficassem no mesmo lugar pelo menos hoje manhã. Mas pra isso eu tive motivo. Um choro descompassado, sem rumo nem melodia, me mostrava o quanto imenso algum egoísmo pode existir.
Fico calada mesmo quando não tenho nada a dizer. Quando não há o que fazer, minhas palavras fogem feito pensamentos e sinto um certo desmoronamento do ego. Silêncio. Esse é necessário quando se faz essencial. Muita gente me espera pra saber o que penso, pra pensar junto comigo. Mas nesses dias de absurdo, nada tem feito muito sentido, a não ser o no sense de mim mesma, a vontade única de permanecer viva. Encontrei algumas desculpas esfarrapadas, já posso continuar vivendo. Vamos!





Picture By WeHeartIt.com

0 comentários:

Postar um comentário

Habla!